Notícias

168 anos de Thomas Edison - 5 invenções desconhecidas

Thomas Edison foi um homem visionário e muito a frente do seu tempo, que inventou e patenteou milhares de artefatos, alguns deles desconhecidos pela maioria e que estão presentes no nosso cotidiano até hoje. Confira:

 

Revólver de tatuagem
Edison inventou o ancestral do revólver de tatuagem, a caneta copiadora a pressão, em 1876. O invento usava uma haste de ponta com uma agulha de aço para perfurar o papel com finalidade de impressão. Ela é importante por si só como um dos primeiros dispositivos que poderiam, eficientemente, copiar documentos. Em 1891, o tatuador artístico Samuel O´Reilly conseguiu sua primeira patente para uma máquina de tatuagem baseada na caneta copiadora de Edison.

 

Embalagem à vácuo
Em 1881, Edison registrou o que seria o antecessor das embalagens fechadas a vácuo.Sua invenção consistia em preencher um recipiente de vidro com os itens a serem preservados, como verduras e legumes, e, em seguida todo o ar era sugado dele com uma bomba de ar. Em seguida o recipiente era selado com outro pedaço de vidro.

 

Casa de concreto
O plano de Edison era colocar o concreto em grandes moldes de madeira do tamanho e forma de uma casa. Assim, esperando o tempo de secagem, as pessoas teriam uma casa à pronta entrega. Uma casa de concreto, com moldagem decorativa, canos de encanamento e até banheira moldados nela. No entanto, os moldes e equipamento necessários para fazer as casas exigiam um enorme investimento financeiro que poucos construtores foram capazes de fazer.

 

Mobília de concreto
Uma casa de concreto seria decorada com que tipo de material? Concreto , é claro!  
A companhia de Thomas Edison moldou um piano, uma banheira e armários que poderiam hospedar os fonógrafos de Edison. Os armários deveriam ser entregues na cidade de Nova York, em uma feira da indústria de cimento, mas Edison não apareceu, e os armários nunca mais foram vistos. Há suspeitas de que os armários não sobreviveram à viagem

 

Fonógrafo para brinquedos|
A boneca fonógrafo foi a primeira tentativa de fazer uma boneca falante. Inventada por Thomas Edison, a boneca utilizava um fonógrafo em miniatura para falar e, era composta de um estojo de lata, que compunha o peito da boneca, com braços e pernas anexados ao corpo, junto com uma cabeça de biscuit feita na Alemanha. Infelizmente, a gravação de sons estava na sua infância, e os ruídos e chiados das primeiras gravações eram perturbadores. "As vozes dos pequenos monstros são desagradáveis de ouvir", reclamou um dos consumidores.

NEWSLETTER

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES SOBRE O INSTITUTO.

ACOMPANHE-NOS NAS REDES SOCIAIS

(11) 3106 5580

Close